Máscara de Solda – saiba tudo sobre este EPI

A Máscara de Solda é um Equipamento de Proteção Individual fundamental para todos os trabalhadores que operam com soldagens. Isso porque essa é uma atividade extremamente perigosa e, se não forem tomados os devidos cuidados, pode acabar em acidentes graves. 

Além de proteger o rosto e o pescoço do trabalhador contra faíscas, o equipamento também protege contra os raios ultravioleta e infravermelhos. A proteção dos olhos contra essas radiações é imprescindível pois, a exposição exagerada pode até mesmo queimar a retina. 

Dentre as máscaras de solda, existem algumas especificações e características diferentes. Saber identificá-las possibilita que você escolha o EPI mais adequado, que ofereça não apenas segurança para o usuário, como também durabilidade, conforto, economia, etc. 

No artigo de hoje, iremos mostrar a você os diferentes tipos de Máscara de Solda e como escolher o mais recomendado para você! Através deste conhecimento, você poderá compartilhar com seus colegas e colaboradores além de conscientizar a todos sobre a importância do uso correto. 



Boa leitura!



O QUE É A MÁSCARA DE SOLDA?



A Máscara de Solda é um equipamento de proteção obrigatório e utilizado em todas operações envolvendo soldagens. Seja na fabricação de automóveis, indústria de autopeças, ferroviária, naval, na área da construção civil, mecânica e por aí vai. Principalmente nos processos de solda que envolvem o arco elétrico, como é comum de ocorrer, além do TIG (Tungsten Inert Gas) e o arco submerso. São fabricadas em um material resistente a faíscas, radiações e a fonte de calor extrema. Hoje em dia encontramos modelos com visores de diferentes tamanhos e variados tipos de filtros, para que o trabalhador possa ter uma visualização melhor da sua atividade. O visor geralmente pode ser fixo ou articulado, e os filtros para as diversas radiações podem variar de acordo com o tipo de luminosidade. Além disso, as máscaras podem ter o escurecimento automático ou não; e serem do tipo máscara ou escudo, protegendo a parte frontal da cabeça do trabalhador. 

Para decidir entre essas características, primeiro você precisa compreender melhor cada uma delas. A partir disso, conseguirá identificar quais as preferências deseja no equipamento, e quais delas são imprescindíveis para o seu tipo de trabalho.



Basicamente, podemos dividir as máscaras de solda em dois tipos: 



1. Máscara de Solda Automática;

2. Máscara de Solda Passiva.

3. Vamos ver um pouco mais sobre cada uma delas abaixo? 

4. Máscara de Solda Automática



A Máscara de Solda automática possui um visor que escurece e clareia automaticamente dependendo da luminosidade para onde é apontado. Por exemplo, ao ser colocado em exposição ao arco elétrico da soldagem, o visor escurece, protegendo os olhos do trabalhador.

Ao perder o contato direto com a luminosidade extrema da solda, juntamente com os raios infravermelho e ultravioleta, o visor clareia. Dessa forma, possibilita que o colaborador enxergue normalmente, sem precisar ficar removendo a máscara de tempo em tempo. 



MÁSCARA DE SOLDA PASSIVA  



Já a Máscara de Solda passiva é aquela que possui um filtro escuro no lugar do visor. Esse filtro já é escurecido por si só, protegendo o rosto, pescoço e olhos do trabalhador sempre que entrar em contato com as radiações. No entanto, este modelo não possui o sistema automático de escurecimento. Ou seja, é recomendado que o usuário retire a máscara ao desligar a solda, para que enxergue com naturalidade, já que o filtro escurecido poderá prejudicar a visão. 



COMO ESCOLHER A MÁSCARA DE SOLDA IDEAL



Saber escolher pela melhor máscara de solda promove não somente a segurança do trabalhador que irá utilizá-la; como também o aumento na produtividade e a qualidade dos serviços. Você também estará colaborando para o conforto do usuário durante a atividade. 

Pensando em ajudar você nessa importante decisão, elencamos aqui as 8 principais dicas para adquirir a máscara de solda ideal para o seu negócio. Cada uma delas deverá ser levada em consideração se você quiser ter a certeza de estar comprando um bom produto.



Vamos a elas!



AUTOMÁTICA OU PASSIVA? 



A primeira dica que você deve observar na hora de adquirir uma máscara de solda é se ela é automática ou passiva. O modelo automático possui um visor inteligente, que escurece e clareia nos determinados momentos, dependendo da intensidade de luz e radiação. Já o modelo passivo não possui essa característica, mas é igualmente seguro para a soldagem. Isso porque possui um filtro escuro que possibilita a visão do usuário do arco elétrico e do objeto em si, no entanto, esse filtro não clareia automaticamente. Nestes casos, recomenda-se que o colaborador utilize a máscara de solda passiva somente durante a atividade. Ao terminar, é recomendado que retire o equipamento para que sua visão não seja prejudicada pelo filtro escuro. 



CAMPO DE VISÃO



Se tratando da máscara de solda automática, o campo de visão é outro importante fator a ser levado em consideração. Isso porque quanto maior o tamanho, mais clara será a visualização do trabalhador durante o processo de soldagem. Consequentemente, quanto mais limpo e claro o campo de visão, mais qualificado poderá ser o trabalho final. As medições podem variar entre 100 x 93mm, 90x34mm, entre outros. Os modelos passivos possuem, geralmente, um tamanho único no campo de visão. 



TONALIDADE DO FILTRO 



Nas máscaras com escurecimento automático, a tonalidade do filtro se mantém clara até que a solda se inicie. Neste momento, o aparelho escurecerá automaticamente de acordo com a tonalidade previamente selecionada pelo usuário.

Nas máscaras cujo filtro não é automático, ou seja, nas máscaras passivas, a tonalidade do filtro é única e deve ser observada no momento da compra. Se tratando das automáticas, essa tonalidade poderá ser facilmente ajustada.

Para escolher qual o nível mais adequado, o colaborador deverá analisar a corrente do arco elétrico utilizado na soldagem. Ou seja, o nível da corrente da solda. 



SENSIBILIDADE



Essa é uma característica exclusiva das máscaras de solda automáticas. Isso porque a sensibilidade tem relação com a quantidade de luz que irá acionar o sistema de escurecimento automático do equipamento. Dessa forma, é recomendado que você observe se o equipamento oferece um sistema de sensibilidade ajustável. Esse fator é muito importante principalmente para soldas de amperagens menores, ou para evitar que o escurecimento se acione por conta de outras fontes de luz que não a da atividade principal. 



BATERIA 



Ainda se tratando das máscaras automáticas, antes de escolher o equipamento é importante verificar como o mesmo é recarregado. Se a bateria se dá à pilhas, ou se é através de células solares, que carregam com absorção de luz.  



CONFORTO



Como a Máscara de Solda é um equipamento que deve ser utilizado, muitas vezes, por longos períodos de tempo, é fundamental que seja confortável. Por este motivo, procure por um produto que ofereça conforto além da segurança para o usuário. 

Que possua uma suspensão macia, leve e emborrachada, e que ofereça diferentes níveis de regulagem. É imprescindível que o equipamento esteja perfeitamente ajustado à cabeça do trabalhador para que este tenha conforto durante a utilização. 

Oferecer equipamentos de proteção confortáveis para os trabalhadores é mais do que um ato de preocupação. É facilitar para que os EPIs sejam mesmo utilizados com a frequência e da maneira que devem ser.



CERTIFICADO DE APROVAÇÃO



Para que um Equipamento de Proteção Individual seja realmente eficiente, é essencial que tenha o Certificado de Aprovação (CA). E mais: que este esteja dentro do prazo de validade, que não é a mesma validade do EPI (que é igualmente importante).

O Certificado de Aprovação é a garantia que você terá para se certificar de que o equipamento tenha sido fabricado de acordo com o que dizem as normas de segurança. Por isso, segundo a NR 6, os EPIs só podem ser postos a venda com esta certificação. 

Jamais adquira ou forneça um equipamento sem CA, pois você estará colocando não só a segurança dos colaboradores em risco, como a integridade jurídica da sua empresa. 



MARCA



Faça uma pequena pesquisa entre as diferentes marcas que produzem Máscaras de Solda para averiguar quais as vantagens e desvantagens. É sempre bom consultar também alguém que já tenha tido algum tipo de experiência com alguma opção. 

Opte sempre pelas marcas mais consolidadas e que possuem as melhores avaliações (você pode consultar até mesmo online). Conte com a orientação de especialistas, Técnicos em Segurança do Trabalho, Engenheiros, entre outros. 



LOJA DE EPIS



A escolha da Loja de EPIs é fundamental, pois ela será o seu intermédio entre as melhores marcas do mercado. Além disso, se você escolher com cuidado, poderá usufruir de um distribuidor de equipamentos capacitado para oferecer também uma orientação de qualidade.

Por isso, recomendamos a mesma coisa do item anterior: faça uma pequena pesquisa, escolha uma loja de EPIs conhecida e consolidada no mercado. Que passe a você credibilidade e confiança. 



CUIDADOS E MANUTENÇÃO DA MÁSCARA DE SOLDA



Para oferecer a proteção desejada, é importante verificar se o equipamento está em perfeitas condições de uso. Isso porque uma pequena rachadura ou defeito pode comprometer o material, oferecendo uma falsa proteção para o trabalhador contra os principais riscos à sua saúde. Assim sendo, separamos para você algumas dicas de cuidados especiais que você ou seus colaboradores deverão ter com o EPI: 



1. Busque armazenar a Máscara de Solda em uma caixa especial, de preferência vedada;

2. Se for passar muito tempo sem usar o EPI, embale-o corretamente para evitar que seja batido ou danificado;

3. Nos casos da máscara de solda automática, procure ligar o produto com frequência, mesmo quando não houver necessidade de uso;

4. Cuide para não bater com o equipamento. Lembre-se que qualquer rachadura poderá comprometer sua proteção;

5. Analise o EPI sempre antes e depois de utilizar, para garantir que continua em perfeitas condições de uso;

6. Limpe a máscara sempre que houver necessidade, mas jamais guarde o equipamento molhado. 



Com estes cuidados você poderá aproveitar ao máximo a durabilidade do aparelho, tendo a certeza de que estará oferecendo a proteção desejada. 



É OBRIGATÓRIO? QUEM DEVE FORNECER?



Sim! A Máscara de Solda é um Equipamento de Proteção Individual e, por isso, é de uso obrigatório em todas as atividades que envolva soldagem. O fornecimento é um dever do empregador, que deve fazê-lo respeitando a NR 6.

Além disso, é válido ressaltar que a máscara fornecida deverá respeitar a EN 379:2003. O não cumprimento das obrigações coloca a empresa em situação irregular, podendo receber multas e processos judiciais, sem contar na insegurança para os trabalhadores. 



QUAIS OS OUTROS EPIS PARA SOLDAGEM?



A Máscara de Solda é o principal EPI quando se trata de Soldagem, pois protege o rosto, olhos e pescoço do trabalhador — partes que ficam em contato direto com a radiação. No entanto, o restante do corpo deverá receber proteção da mesma maneira.  

Os outros Equipamentos de Proteção Individual, além da máscara, utilizados pela equipe envolvida com soldagens são: 



- Avental de Raspa;

- Luva de Segurança;

- Botinas de Proteção;

- Protetor auricular ou abafadores de ruído;

- Óculos de Segurança;

- Perneiras;

- Touca Árabe.



Além disso, poderá utilizar outros equipamentos específicos para sua atividade, como o óculos de proteção com grau, cinta ergonômica, etc. 



CONCLUSÃO 



A Máscara de Solda é um EPI obrigatório e imprescindível para a segurança dos trabalhadores que atuam com soldagem. Seja no setor automobilístico, indústrias, mecânicas ou qualquer outro ramo, sua utilização é fundamental. 

Por este motivo, além de simplesmente fornecer o equipamento, promova a conscientização da importância da utilização correta do mesmo. Compartilhe este artigo com seus colaboradores para que a informação seja passada adiante.



Neste artigo você conferiu: 



- O que é Máscara de Solda?

- Máscara de Solda Automática;

- Máscara de Solda Passiva;

- Como escolher a Máscara de Solda ideal;

- Cuidados e Manutenção com o Equipamento;

- É obrigatório? Quem fornece?

- Demais EPIs para Soldagem.



Fonte: http://www.prometalepis.com.br







Leia Também